3 de agosto de 2010

Memory of the Waters


Rascunho de 1h, só pra aquecer./ 1 hour sketch, just to warm-up.


Há 7 anos atrás joguei Silent Hill pela primeira vez.

Estranhamente, nosso encontro só ocorreu quando lançaram em Agosto o terceiro jogo da aclamada série. Logo em Setembro consegui pegar minha cópia e tive de testá-la rapidamente antes de partir para uma viagem ao interior.

Joguei por 5 minutos.
5 minutos impactantes.
5 minutos onde não compreendia o que estava acontecendo, a respiração ficou curta. Meus pensamentos se calaram e deixaram que os olhos se perdessem pelo cenário do pesadelo. Já nem me questionava do porque aquilo estava acontecendo - era desnecessário.

Quando voltei da viagem, dividi o tempo entre cursinho, desenhos e Silent Hill - as horas de sono foram sumariamente cortadas.

Durante uma jogatina alucinada sem interrupções levei um susto tão grande que caí da cadeira - jamais esquecerei a adorável Borley Haunted Mansion no parque de diversões. Nos dias seguintes, em meio a uma altíssima febre, tive alucinações com vultos passando à minha volta enquanto jogava.

O jogo me serviu de fuga também, afinal aquele era só o início de um período bem conturbado em minha vida.

Silent Hill 3 é, a meu ver, um exemplo maravilhoso de game completo - pois não creio muito na categoria game-arte...depois de 5 anos numa faculdade de Artes Plásticas, percebe-se claramente as inspirações do diretor de arte, Masahiro Ito. Ainda passo os dias escutando a trilha sonora incrível e assustadora de Akira Yamaoka e procurando por mais filmes que inspiraram o Team Silent (grupo dentro da Konami responsável pelo jogo).

Team Silent aliás, faz falta. Ainda não joguei SH: Homecoming, mas todos os títulos após SH 4 decepcionaram - seja na história, na arte e principalmente no Terror.

Recomecei o jogo semanas atrás para percorrer o mesmo caminho. De algum modo, tudo no jogo faz sentido. Senti muito, mas muito mais medo que antes.

-------------

Os mesmos monstros ainda me perseguem.
De algum modo, percebi que ainda não saí por completo daquele local.

8 Survivor(s):

Gabriela disse...

Ow, linda sua história com o Silent Hill! Hahaha, momentos de alta tensão, só na primeira meia-hora de jogo! Ansiosa para jogar mais! :D

Benson Chin disse...

Digm-digm-digm-digm

Pizzariadofelix disse...

SO FODA!

Pizzariadofelix disse...

.grampa

Benson Chin disse...

.grampa

Benson Chin disse...

Eu soh sinistro! Pra-pra-pra te enlouquecer!
Digm-digm-digm

Pizzariadofelix disse...

SO FODA!

Erika Freitas disse...

A Konami sempre traz o que há de melhor nos games. Silent Hill é muito bom. Traumatiza, mas é bom. Estou jogando o Homecoming e não chega a ser, nem de longe, o melhor da franquia. Mas continua com aquele cenário totalmente sinistro com a típica criança macabra,rs.
Adorei a imagem!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...