25 de novembro de 2008

Moleskine

Depois de uma semana do barulho (entrega de trabalhos finais, festa e ressaca) declaro que já acabei o caderno de desenhos deste ano.

Tem um post meu sobre cadernos aqui: 2007: Sobre cadernos, crises e apostas.

Não que o ano esteja longe do fim, mas em meu pequeno mundo bizarro isto é uma vitória sem preço. Na mesma semana já comprei um caderno novo no Seu Mário, pois a possibilidade de não ter páginas novas me acometeu de tal modo que qualquer desenho ali no caderno antigo ficou terrível.

(Ok eu exagero, mas aos meus olhos estão terríveis)

E ainda na segunda ganhei meu primeiro moleskine de aniversário (definição no link pra quem não souber). Muito obrigada família Ciancio!

Vamos ser sinceros: há uma certa aura em ganhar um moleskine e carregá-lo por aí. Espera-se sempre algo intrigante marcado com tinta/lápis ali. Neste quesito fico tranqüila pois sei que o meu definitivamente não será recheado de frases bonitas, filosóficas, desenhos poéticos e muito menos perguntas intrigantes.

Haverá na certa: listas de itens a serem comprados, lembretes, frases desconexas, telefones, partes de letras de música, estudos de fontes e - com muita sorte - alguns desenhos.

O que escrevi na primeira página já diz tudo: eu sou trash.

----

Já usei o moleskine e vi que não dá pra fazer arte-final, pois o papel é muito fino =(. Só lápis ali.

2 Survivor(s):

deABREU disse...

ou seja: muita fama, animal morto, e um caderno que nem é isso tudo.

tipo roupa de marca.

Anônimo disse...

Achei uma linha de cadernos da Tilibra que são identicos aos da moleskine. Super bonitos e com a metade do preço. Sério mesmo, ficando enbasbacado! Os caras desta papelaria no centro de S.Paulo disseram que vendem pela internet! O site deles é o www.papelfantasia.com.br

Até mais galera. podem conferir que eu garanto

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...